• Programa Primeiro Emprego
  • Programa de Estágio

Notícias

30/01/2017 14:59

Nova rede de dados corporativa do TRT5 garante plena funcionalidade do PJe

O procurador chefe da Procuradoria Judicial, Ruy Sérgio Deiró da Paixão, representando o procurador geral do Estado, Paulo Moreno Carvalho, participou, na manhã desta segunda-feira (30), na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, no Comércio, do lançamento da nova rede de dados corporativa do referido órgão. Também esteve presente o coordenador de Desenvolvimento de Sistemas da PGE, Davi Alves Ramos.

A implantação da tecnologia proporcionará benefícios como maior velocidade, estabilidade e melhor desempenho no acesso a sistemas e recursos informatizados de rede, o que facilita a execução das atividades dos magistrados e servidores, resultando numa maior agilidade e eficiência da prestação jurisdicional. A nova rede fornecerá maior capacidade e robustez na comunicação de dados, aspectos fundamentais para o funcionamento do Processo Judicial Eletrônico – Pje.
Segundo Ruy Deiró, “a nova rede de transmissão de dados do TRT da 5ª viabiliza uma promissora perspectiva de que o PGE.Net se acople ao PJe trazendo todas as vantagens de um sistema unificado, ou seja, os procuradores do Estado poderão, em breve, peticionar, receber intimações e agilizar todo o andamento dos processos em um sistema”, afirmou.

Para garantir a fluidez e estabilidade do serviço, a diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações (Setic), Érica Rossiter, explica que o TRT adotou um modelo híbrido, com rede primária cabeada para estações e impressoras, e rede secundária sem fio, para acesso wireless de dispositivos móveis, por exemplo. O novo modelo difere do que era anteriormente usado no Fórum do Comércio, em que as estações e impressoras acessavam a rede através de tecnologia sem fio, que, apesar de ser flexível e de fácil instalação, oferecia um serviço de qualidade inferior se comparada à das redes cabeadas.

A implantação foi um compromisso da gestão da desembargadora Maria Adna Aguiar, que conseguiu sensibilizar o presidente do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Ives Gandra Filho, que compreendeu as necessidades do Regional baiano e liberou recursos descentralizados para o projeto.

Compareceram à solenidade de implantação o corregedor do TRT5-BA, desembargador Esequias Oliveira; outros desembargadores da Casa; o chefe do Ministério Público do Trabalho, Alberto Balazeiro; os presidentes das associações dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (Amatra5), juíza Rosemeire Fernandes; e dos Advogados Trabalhistas (Abat), Jorge Lima; o secretário-geral adjunto da OAB-BA, Pedro Nizan Gurgel; e o presidente e o diretor da Associação Baiana de Imprensa, Walter Pinheiro e José Nelson de Carvalho.

O evento também contou com as presenças da coordenadora do Sindicato dos Servidores do Judiciário Federal na Bahia (Sindjufe-BA), Catia Soares, e do pessoal que atua nas Varas e outras unidades do Fórum do Comércio.

Fonte: ASCOM/PGE

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.