O Centro de Estudos e Aperfeiçoamento da Procuradoria Geral do Estado da Bahia promoveu, na tarde desta quinta-feira (13), no Auditório Paulo Spínola, uma palestra sobre o tema ‘Gestão Colaborativa de Projetos.

Conduzida pelo educador e consultor, Pedro Araujo Mendes, e pela consultora e gestora de projetos Anna Carolina Barros Campagnac, a atividade debateu o método Dragon Dreaming e reuniu integrantes do corpo funcional da PGE-BA e servidores da Administração Pública estadual.

Ao definir projeto como a ponte entre o lugar em que alguém se encontra e o lugar aonde se quer chegar, Pedro Mendes explicou que apenas 10% dos sonhos viram projetos e que para que eles sejam realizados é de fundamental importância que se tornem coletivos e sejam compartilhados. “Em um mundo onde a cultura é exaltar o sucesso e esconder os fracassos, a nossa idéia é poder falar dos aprendizados”, refletiu.

O consultor falou também sobre a necessidade da integração entre quem planeja e quem realiza e sobre a importância de quem planeja conhecer a realidade de quem executa.

“Ninguém planeja para dar errado. Às vezes, a forma de planejar é que não é a mais adequada”, afirmou o consultor.

Anna Carolina Barros, por sua vez, discorreu sobre a origem e história da metodologia Dragon Dreaming e seus diferenciais. “A diferença é que trabalhamos de forma colaborativa com o objetivo de implementar projetos eficazes”, afirmou.

O Dragon Dreaming é uma metodologia completa para a realização de projetos criativos, colaborativos e sustentáveis. Com abordagem ampla para sistemas vivos (dinâmicos), é aplicável a qualquer grupo de pessoas que busca operabilidade em projetos corporativos, empreendimentos de negócios e iniciativas sociais.