• Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas

Notícias

07/05/2019 15:20

PGE promove curso de primeiros socorros

Integrantes do corpo funcional da Procuradoria Geral do Estado da Bahia participaram, na manhã desta terça-feira (07), no auditório Paulo Spínola, do curso de Primeiros Socorros promovido pela Coordenação de Serviços Gerais em parceria com a Diretoria de Gestão da Qualidade – DGQ/SAC da Secretaria de Administração do Estado.

O treinamento foi ministrado pelos representantes do Corpo de Bombeiros Paulo Batista e Iane Gonçalves, que falaram sobre como deve ser prestado o primeiro atendimento às vítimas de trauma ou mal súbito.

“Não se recomenda que um leigo faça este tipo de atendimento. O desconhecimento das técnicas pode agravar o quadro da vítima”, explicou o tenente.

Paulo Batista esclareceu também o quão importante é fazer a avaliação da cena antes de prestar assistência à vítima. “Antes de tentar ajudar é preciso que você saiba se está seguro para prestar este atendimento. Avaliar a condição de segurança da cena é crucial. Todo local de acidente possui risco, portanto é importante estar atento, para não se expor a uma situação de perigo. Se afaste do ambiente, observe, analise o risco e só depois faça o atendimento. É preciso garantir a sua segurança antes de mais nada”, pontuou.

O instrutor atentou ainda para a necessidade de manter o equilíbrio emocional, a racionalidade. “Prestar o primeiro atendimento não é fácil. Em geral somos tomados pela emoção, porque só enxergamos a vítima. Mas quando o emocional aflora te induz ao erro”, avaliou.

Aula prática

Durante o curso, os Integrantes do corpo funcional da PGE participaram de simulações de situações de atendimento e aprenderam, por exemplo, a avaliar o nível de consciência da vítima e a ausência de respiração ou respiração agônica.

Aprenderam ainda a pedir ajuda especializada, a realizar a compressão cardíaca e respiração artificial e quando e como utilizar estas práticas.

Fonte: ASCOM/PGE

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.