• Casa Nova
  • Prêmio Boas Práticas

Notícias

09/05/2019 16:47

PGE apresenta E-PA para gestores da Administração Pública

Em evento realizado na tarde desta quinta-feira (09), na sede da Procuradoria Geral do Estado, a procuradora chefe da Procuradoria Administrativa, Bárbara Camardelli, apresentou a chefes de gabinete e diretores gerais das secretarias do Estado a nova solução de tecnologia da PGE: o E-PA.

O objetivo do encontro foi demonstrar como a administração pública externa demandará os serviços de consultoria da Procuradoria e como será o ingresso dos processos na PGE. A previsão é que o E-PA entre em funcionamento em julho de 2019. Até lá, serão realizadas capacitações para gestores das secretarias com o objetivo de ensiná-los a manusear o sistema.

De acordo com a procuradora chefe da P.A, a nova solução vem para gestar os processos e fazer a verdadeira automação, garantindo, desta forma, a eficiência do pronunciamento da PGE e gerando qualificação da demanda. Bárbara Camardelli esclareceu ainda que o E-PA não substituirá o SEI, dialogará com ele.

“Partimos do conceito de que consultoria não é apenas dar despacho ou parecer no processo. Consultoria é estar junto, orientando o gestor como ele proceder, como ele tem que criar o processo, qual é o objetivo dele, orientar o caminho. A idéia é que o procurador esteja livre do trabalho que já seja conhecido, ordinário, quase mecânico, para que consiga, na consultoria, estar mais próximo e dando aquilo que os gestores esperam, que é a resposta mais rápida, imediata”, declarou a procuradora.

Bárbara Camardelli afirmou ainda esperar que o E-PA seja referência para todo o Estado em solução tecnológica para gestão de processos. “Estamos tentando evoluir com o uso da tecnologia para que um dia possamos oferecer resposta automática ao processo”, pontuou.

Também durante o evento, a coordenadora de Desenvolvimento Organizacional e de Pessoas da PGE, Débora Silva de Araújo, apresentou as funcionalidades do E-PA e ensinou como acessar o sistema.

Fonte: ASCOM/PGE

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.