O procurador geral do Estado da Bahia, Paulo Moreno Carvalho, recebeu, no último sábado (03), na sede da Procuradoria Geral do Estado da Bahia, o governador do Piauí, Wellington Dias, para a primeira reunião de transição técnica após a decisão da mudança na presidência do Consórcio. A reunião contou com a participação do secretário executivo e demais dirigentes do Consórcio, além da assessoria do governador do Estado do Piauí. O chefe do executivo piauiense foi eleito para o cargo, por unanimidade, na última Assembleia Geral do Consórcio. O mandato, que se iniciou na segunda-feira (05), tem vigência até dezembro de 2021.

Durante o encontro, o novo presidente do Consórcio foi apresentado a carteira de projetos e as principais agendas previstas para os próximos meses. “Me foi apresentada uma carteira de projetos em andamento, com agendas nacionais e com organismos internacionais. O Consórcio Nordeste é um instrumento de gestão e pactuação voltado para garantir boas políticas, bons projetos e com isso trazer desenvolvimento para o povo nordestino”, comentou o governador.

Com a mudança na presidência, o assessoramento, consultoria e o acompanhamento judicial das questões vinculadas ao Consórcio passaram a ser tarefa da Procuradoria Geral do Estado do Piauí e não mais da PGE-BA, que, entretanto, manterá todo o apoio necessário para o melhor desempenho das atividades jurídicas.

Paulo Moreno afirmou que o consórcio é um instrumento de gestão que será fundamental para o desenvolvimento da região nordestina, que tende a se aperfeiçoar, inclusive criando um ambiente propício para novos empreendimentos, sobretudo em logística. O procurador geral da Bahia agradeceu a confiança de todas as PGE’s do nordeste no trabalho desempenhado pela Procuradoria baiana e afirmou ter “certeza que a PGE/PI irá desenvolver também um trabalho brilhante à frente da área jurídica do Consórcio, contando sempre com a consultoria do Fórum Permanente dos Procuradores Gerais do Nordeste”.

“Faremos uma transição entre as PGE’s da Bahia e Piauí, principalmente entre as Procuradorias Administrativa e Judicial, com a interlocução direta da procuradora geral adjunta, Luciane Rosa Croda”, explicou, ainda, Paulo Moreno, que no dia 02 de outubro participou de reunião virtual de alinhamento com os procuradores chefes das duas procuradorias.